.
 .
 .
..
.
.
.
.

.
.
.
 
 .
.
 Linha do tempo


1895
(28 de dezembro) Os irmãos Auguste Lumière (1862-1954) e Louis Lumière (1864-1948)promovem a primeira sessão pública do cinematógrafo, no Grand Café do Boulevard des Capucines, em Paris, com a exibição de dez filmes, entre eles A Saída dos Operários da Fábrica Lumière.

1896
Charles, Émile, Jacques e Thêophile Pathé Frères, tornando-se em seguida um dos maiores impérios da comunicação.
Primeiro close-up um beijo entre John Rice e May Irwin no filme The Kiss, de Thomas Edison (8 de julho) É realizado no Rio de Janeiro a primeira sessão de cinema no Brasil.

1897
Inaugurada a primeira sala regular de cinema no Brasil, na rua do Ouvidor, no Rio de Janeiro.

1898
(19 de julho) Afonso Segreto roda o primeiro filme brasileiro, chamado a Baía de Guanabara Primeiros filmes com trechos coloridos usando técnica primitiva de sobreposição de película já filmada.

1899
King John é a primeira das mais de 200 adaptações cinematográficas de Shakespeare A Eastman Kodak estabelece o formato padão de filme cinematográfico para uso profissional, com 35mm de largura e quatro perfurações ao lado de cada fotograma.

1902
O filme Viagem à Lua, de Georges Méliès, introduz a ficção científica no cinema.

1903
Edwin S. Porter faz O Grande Roubo do Trem, precursor dos faroestes que aprenta uma sequência colorida na própria película.

1905
A bíblia da indústria do entretenimento começa circular (Variety).

1906
George Albert Smith cria o Kinemacolor, primeiro processo comercial para filmes coloridos. 

1910
O primeiro filme nacional a trazer um personagem negro é Vida de João Cândido.

1911
Lançado Little Nemo, de Winsor McCay, primeira tentativa autêntica de produzir um filme animado com perspectiva e movimento.

1912
Carl Laemmle funda a Universidade Pictures

1913 
Hollywood, uma subdivisão da cidade de Los Angeles, começa a tornar-se o centro da produção cinematográfica dos EUA.

1914
Sai Darktown Jubille, o primeiro filme americano inteiramente realizado por negros.

1915
O Nascimento de Uma Nação de Uma Nação, realizado por D.W.Griffith, é uma apologia do racismo que reúne inovações como uso de panorâmica e montagem alternada. Foi o primeiro filme a romper a barreira dos US$ 10 milhões de bilheteria e a ser exibido na Casa Branca.

1916
Intolerância, de Griffith, outro filme sobre preconceito, apresenta outras inovações na narrativa cinematográfica. A fusão da Famous Players, criada por Adolph Zukor, em 1912, com a Jesse L. Lasky Feature Playerrs dá origem à Paramount (único estúdio que continua em Hollywood).

1917 
Criado o Universum Film (UFA), o principal estúdio alemão A Sociedade dos Engenheiros Cinematográficos dos EUA oficializa o 35mm

1918
The Sinking of the Lusitania, de Winsor McCay, provavelmente o primeiro longa de animação.

1919
Lenin assina decreto nacionalizando o cinema tzarista, primeiro controle do cinema pelo Estado Mary Pickford, Douglas Fairbanks, Chaplin, Willian S.Hart e D.W.Griffith fundam a United Artists Robert Wiene realiza um marco do expressionismo alemão, O Gabinete do Dr.Caligari.

1921
845 filmes norte-americanos são lançados nos cinemas dos EUA.

1922
Criada a Motion Picture Producers and Distributors of America, principal instrumento de lobby do cinema nos EUA.

1923
Harry, Albert, Jack e Sam Warner fundam a Warner Brothers Walt e Roy Disney fundam a Disney Brothers Studio.

1924
A Metro Pictures, de Marcus Loew e Nicholas Schenk, incorpora a Goldwyn Pictures e associa-se a Louis B. Mayer dando origem à Metro-Goldwyn-Mayer, o mais famoso estúdio de Hollywood nos anos 30 Os irmãos Harry e Jack Cohn unem-se a Joseph Brandt para fundar a Columbia.

1925
Sergei M.Eisenstein realiza O Encouraçado Potemkin, clássico do cinema político, e coloca em prática suas idéias sobre "montagem das atrações".

1927
A Fox produz curtas e seu primeiro filme de atualidades utilizando o sistema Movietone, que grava o som diretamente na película. Aurora, de Murnau, é lançado apenas com música O Cantor de Jazz usa o Vitaphone (sistema de sonorização em discos) para utilizar cenas musicais sincronizadas e dois trechos com diálogos Napoleão, de Abel Gance, introduz o sistema de projeção Polyvision, de tela tripla (11 de janeiro) 36 profissionais, entre eles Harold Lloyd e Mary Pickford, fundam a Academia de Artes e Ciência Cinematográfica de Hollywood. Hoje ela tem mais de 5 mil membros.

1928
Steamboat Willie apresenta o Mickey de Walt Disney e introduz o som sincronizado em desenhos animados Joseph Kennedy e David Sarnoff fundam a RKO.

1929
(6 de maio) a Academia realiza a primeira cerimônia de entrega do Oscar a filmes exibidos em Los Angeles de agosto de 1927 a julho de 1928. Asas, de William Wellman, ganha o prêmio de melhor filme Após vários escândalos, os estúdios americanos adotam um "código de produção" moralista, batizado Código Hays Um Cão Andaluz, dirigido por Luiz Buñuel e co-escrito por Salvador Dali, é o marco do surrealismo no cinema.

1930
Adhemar Gonzaga funda a Cinédia Hollywood Reporter começa circular.

1932
Quatro filmes dividem o Leão de Ouro na primeira edição do festival de Veneza, entre eles A Nous la Liberté, de René Clair (27 de dezembro) Inaugurado o Radio City Music Hall, ainda hoje o maior cinema do mundo, com 5.874 lugares Rouben Mamoulian é precursor no uso do zoom com Ama-me Esta Noite Morre o primeiro animal astro de cinema,Rin-Tin-Tin.

1933
O Desertor, de Vsevolod Pudovkin, é um dos precursores no uso do recurso da câmera lenta, numa cena de suicídio.

1934
É implantada a autocensura através da Administração do Código de Produção.

1935
Surge a 20th Century Fox, à partir da fusão entre a Fox Film Corporation de William Fox e a 20th Century Pictures de Joseph Schenck e Darryl F. Zanuck Vaidade e Beleza, de Rouben Mamoulian, é o primeiro longa inteiramente colorido. Usa o processo Technicolor Mae West é a mais bem paga mulher dos EUA (480 mil dólares no ano) Herbert J. Yates funda a Republic (fechada em 1958).

1937
Branca de Neve e os Sete Anões, primeiro longa de Walt Disney, rompe a barreira de US$ 50 milhões de bilheteria. A Cinecittà é fundada em Roma tornando-se o maior complexo do cinema europeu.

1939
O ano de ouro de Hollywood:...E o vento levou, O Mágico de Oz, No Tempo das Diligências, Adeus Mr. Chips, Ninotchka, O Morro dos Ventos Uivantes, Gunga Din, A Mulher faz o Homem, Beau Geste, Duas Vidas...

1941 
Começa funcionar a Atlântida, no Rio de Janeiro, que se especializa em chanchadas e concentra a maior parte da produção nacional Orson Welles realiza Cidadão Kane, inovador pelo uso de profundidade de campo e movimentos de câmera, considerado por muitos como melhor filme de todos os tempos John Huston lança Relíquia Macabra, o primeiro clássico do film noir.

1942
Mowgli, o menino Lobo, de Zoltan Korda, é o primeiro filme a ter sua trilha sonora (composta por Miklos Rozsa) lançada comercialmente.

1945
Robert Rossellini dirige e Federico Fellini co-escreve o marco inicial do neo-realismo italiano, Roma, Cidade Aberta.

1946
Primeiro Festival de Cannes. A Batalha dos Trilhos, de René Clément ganha o Grand Prix.

1948
Filmado Ladrão de Bicicleta por Vittotio De Sicca, um marco do cinema neo-realista.
A Palma de Ouro passa ser o principal prêmio do Festival de Cannes.

1956
A primeira edição do Festiva de Berlim premia com o Urso de Ouro, Convite à Dança, de Gene Kelly.
Abel Gance cria outro sistema de projeção tripla, o Magirama.

1959
O filme Ben-Hur, de William Wyler, recebe onze estatuetas da Academia.
O movimento francês da Nouvelle Vague entre em campo com Os incompreendidos, de Truffaut; Hiroshima, Meu Amor, de Alain Resnais e Acossado, de Godard.

1961
O Passado me Condena, com Dirk Bogarde, é a primeira produção classe A em língua inglesa a falar abertamente de homossexualismo.
Jerry Lewis usa o videotape para controlar movimentos de atores e câmera em O Terror das Mulheres.

1962
O Pagador de Promessas, de Anselmo Duarte, ganha a Palma de Ouro no Festival de Cannes.
O Satânico Dr. No inicia a mais bem-sucedida série da história do cinema.
A Universidade é vendida para a agência de talentos MCA da qual Hitchock tem participação.

1963
Cleópata, de Joseph L. Mankiewicz, custou US$ 44 milhões, o mais caro filme da história.

1964
Os dois grandes filmes do Cinema Novo Brasileiro chegam as telas: Vidas Secas, de Nelson Pereira dos Santos, e Deus e o Diabo na Terra do Sol, de Glauber Rocha.

1965
Glauber Rocha publica o manifesto "Estética da Fome", divisor de águas do cinema brasileiro.

1967
A superprodução soviética Guerra e Paz tem custo superior a US$ 100 milhões.

1968
2001, uma Odisséia no Espaço, um marco da ficção científica e do cinema moderno.
O sistema classificatório de filmes por idade substitui o Código Hays.

1970
A Paramount e a Universal fundam empresa de distribuição para atuar no exterior, a Cinema International Corporation (CIC)

1971
Stanley Kubrick gera polêmica em todo o mundo ao adaptar o romance Laranja Mecânica, de Anthony Burgess, sobre a violência de uma sociedade futurista. O filme é censurado em vários países, inclusive o Brasil.

1972
O Poderoso Chefão, de Francis Ford Coppola, inaugura a fase arrassa-quarteirão no cinema americano, ou a fita é um grande sucesso, ou não é nada.

1975
Tubarão, filme de Steven Spielberg, rompe a barreira de US$ 100 milhões de bilheteria. É a produção estrangeira de maior público no Brasil com 13 milhões de espectadores.
A Indústrial Light & Magic, gigante dos efeitos especiais, é criada como um pequeno grupo dedicado a criar truques visuais para o filme Guerra nas Estrelas, de George Lucas.

1976
Dona Flor e seus Dois Maridos, de Bruno Barreto, visto por 10,7 milhões de espectadores, é o maior sucesso de público do cinema nacional.
Blound for Glory é o primeiro filme a usar Steadicam, sistema criado por Garret Brown, que permite filmar levando a câmera na mão, com imagem estabilizada. O recurso foi notabilizado por Stanley Kubrick, em O Iluminado.
O som Dolby Stereo chega ao cinema.
O Império dos Sentidos, de Nagisa Oshima, é o primeiro filme "sério" com cenas de sexo explícito.

1977
Tem início a popularização do vídeo como veículo para o cinema.
Guerra nas Estrelas, de George Lucas, é um marco absoluto no desenvolvimento dos efeitos especiais e é o novo recordista de bilheteria.

1982
E.T, filme de Steven Spielberg, assume a liderença de bilheteria.
Tron, uma Odisséia Eletrônica, dos Estúdios Disney, é o primeiro filme a produzir seqüencias inteiras em computação gráfica.
A CIC torna-se United International Pictures (UIP) com a entrada da MGM/UA como sócia no anterior. A United Artists havia sido incorporada à MGM.

1985
A Color System Technologies lança um sistema de colorização de filmes, comercializado por uma empresa de Ted Turner.

1988
Robert Zemeckis integra atores de verdade e desenhos animados com perfeição em Uma Cilada para Roger Rabbit.

1989
O grupo Warner Communications une-se à Time, Inc. e surge a maior companhia de mídia do mundo.

1991
Final Approach, de Eric Steven Stahl, primeiro filme inteiramente gravado com tecnologia de som digital.

1993
Steven Spielberg lança Jurassic Park com impressionantes efeitos especiais.

1994
(12 de outubro) Steven Spielberg, David Geffen (Geffen Records) e Jeffrey Katzenberg (ex-Disney) anunciam sua parceria para a criação de um novo estúdio, a Dream Works SKG.

1995
Lançado Toy Story, primeiro longa metragem feito totalmente em computação gráfica.